9 de ago de 2012

Deu o que falar



Durante um show em Moscou, Madonna declarou que reza pela liberdade das integrantes do grupo Pussy Riot, que podem ser condenadas a três anos de prisão por terem feito uma “oração” contra o político Vladimir Putin, o presidente da Rússia. A consequência disso? O Ministro Russo, Dmitry Rogozoin, através do Twitter afirmou: “Com o passar da idade, toda prostituta velha tende a dar lições de moral a todo mundo. Em particular, em suas viagens pelo estrangeiro”, tuitou.

Nenhum comentário: