14 de fev de 2012

“Ainda não está pronto”


O Guido Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que o corte no Orçamento deste ano para garantir o cumprimento de superavit primário (ainda "não está pronto". Ele destacou a importância do Congresso Nacional para o governo atingir seu objetivo na área econômica, evitando a aprovação de projetos que aumentem despesas com custeio. Um dos objetivos do corte orçamentário é assegurar o espaço para o afrouxamento da política monetária. Com isso, o governo pretende estimular o mercado interno a induzir o crescimento econômico, em um cenário de possível redução da demanda externa provocada pela crise da zona do euro.

Nenhum comentário: