28 de nov de 2011

PPS pede investigação

O PPS pediu à Procuradoria da República que apure o envolvimento de assessores de Lupi, em esquema de extorsão para conceder o registro sindical.

O partido pede que seja investigada a participação do funcionário Eudes Carneiro e do ex-secretário de Relações do Trabalho Antonio Medeiros na irregularidade.

O líder do partido na Câmara, Rubens Bueno, afirmou que há sinais da irregularidade no Mistério do trabalho.
“Se forem confirmados os fatos, os envolvidos nesse esquema têm de ser responsabilizados criminalmente”, afirmou Bueno.
De acordo com um sindicalista Eudes Carneiro teria pedido R$ R$ 1 milhão para liberar o registro da entidade. Como ele se negou a pagar o procedimento não foi feito.


Um comentário:

Anônimo disse...

Devia pedir investigação também na compra de um Hospital em Belém no valor de 40 milhões. Onde o Secretario de Saúde é do PPS. É o Caixa @ para a Campanha do Ficha Limpa. A dona do Hospital é irmã da assessora do Secretário de Saúde e também militante do PPS