16 de nov de 2011

Brasil 4º lugar no setor aéreo

E o Brasil continua a crescer. Até o ano de 2030 nosso país deverá encomendar 701 novas aeronaves, segundo projeções da fabricante europeia Airbus. A demanda brasileira já é a sétima maior do mundo no período.

"O Brasil deixou de ser apenas um país que joga futebol e passou a ser um ator importante na economia global", disse o vice-presidente para a América Latina e o Caribe da Airbus, Rafael Alonso.

Segundo dados da Airbus, devido ao crescimento da última década, que fez o mercado brasileiro dobrar de tamanho, o país conquistou a posição de quarto maior mercado do mundo no setor aéreo. O Brasil ocupa a quarta posição tanto em termos de oferta geral de assentos, quanto pelo tamanho do seu mercado doméstico.

Nenhum comentário: