16 de nov de 2011

O caso Jader, ainda.

Olhando o caso do Jader, seria de se perguntar; pra que o voto obrigatório ?
Se lá no tapetão os senhores juízes resolvem quem deve assumir.
Então, pra que eleger alguém, se esse voto do cidadão que escolheu o seu candidato não vale nada.
Sendo assim, vamos definir logo pela adoção do voto facultativo, ora pois.
O caso do Jader é escandaloso, pois é o único ainda não resolvido. Todos os outros deputados e senadores já tomaram posse.
Enquanto isso o voto dessas um milhão e oitocentas mil pessoas, ó!!!

5 comentários:

Paulo Quadros. disse...

Lembre-o das inúmeras injustiças q ele cometeu... Ele lembrará da punhalada que me deu aqui em Bragança... Lembre-o !!! " Só faça aos outros aquilo que vc permite que façam com vc. "

Anônimo disse...

poha me arrependi de votar no jader, achei q ele tivesse moral com os juizes

Anônimo disse...

Os outros que tomaram posse tem curriculum, ´não folha corrida da polícia. Logo....

Anônimo disse...

Acontece, Bacana, que Jader nem ninguém está acima da LEI.Jader é criminoso, por isso não vai assumir.Só lhe faço uma pergunta: Por que você deixou de publicar os comentários? Será que seu blog está em decadência?

Anônimo disse...

todos esses comentários acima devem ser de carater pessoal, pois quantos politicos estão em brasilia exercendo o mandato a que foram eleitos e não são santinhos?Sarney, Renam,Romero Jucá, Temer...
A questão não é santidade, a questão é que a justiça seja feita,e nesse caso o que vemos é uma vergonha para a justiça brasileira.A Constituição ñão está sendo respeitada e cumprida.Ele foi votado espontaneamente, será que a decisão de 10 magistrados valem mais que 1.800.000 pessoas? E a lei foi feita só para punir uma pessoa? Isso é uma brecha para a anarquia ou despotismo.