17 de nov de 2011

Ophir Cavalcante


Segundo o Blog Perereca da vizinha o atual presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante Junior, que está sofrendo ação popular ajuizada por dois advogados paraenses por receber licenças remuneradas do cargo de procurador do Estado, também estaria em situação irregular na sua empresa. A Cavalcante, Pereira e Advogados Associados teria firmado contratos de prestação de serviços ao governo. O que tornaria ilegal, pois um funcionário público não pode receber por fora para prestar serviços ao órgão em que ele já presta serviços.
Se isso é verdade? Vá saber...

Nenhum comentário: