9 de nov de 2011

Vai ficar complicada...


A vida escolar dos alunos da rede estadual publica de ensino, já bastante comprometida com as constantes greves dos professores, deve complicar ainda mais, já que a reposição das aulas deve se estender além do cronograma escolar.

Se não atender a determinação da Justiça, que já decretou o retorno imediato dos professores as salas de aula, o Sintepp sofrerá punições .

O governo deve aplicar medidas contra os professores que insistirem em descumprir a decisão judicial que pôs fim à greve da categoria.

Os professores contratados como temporários terão seus contratos rescindidos e serão substituídos imediatamente. Já os docentes efetivos terão os dias parados descontados e poderão responder a processos administrativos. Diretores de escolas que dificultarem o acesso de estudantes e professores às salas de aula também serão afastados.
O Sintepp terá que arcar com multa diária no valor de R$ 25 mil, caso a categoria descumpra a determinação da Justiça de retornar às salas de aula. O sindicato poderá também ter suas contas bancárias bloqueadas até que seja feito o desconto do valor da multa.

2 comentários:

Anônimo disse...

Professores e governo ainda não tiveram noção de suas irresponsabilidades. Estão formando cada dia mais, jovens delinquentes por este parazão à fora!!!

Anônimo disse...

Professores só querem garantir um direito que é LEI.O governador não paga o piso porque não quer.Enquanto não pagar, não retornaremos.