5 de jan de 2012

Pará tem o segundo menor repasse de verba


O único modo de desenvolver os Estados mais pobres é um novo pacto federativo. Esta visão tem sido compartilhada pelos parlamentares da bancada federal do Pará e pelo governador Simão Jatene. O tema deverá ser incluído na pauta de prioridades da agenda política este ano. Porém, um estudo divulgado pela ONG Contas Abertas, de Brasília, mostra a discrepância de repasses do Ministério da Integração Nacional entre os Estados da Federação.
De acordo com o estudo, o Estado que mais recebeu verbas do programa “Prevenção e Preparação a Desastres” em 2011 foi Pernambuco, terra natal do atual ministro da pasta. Sozinho, o Estado recebeu R$ 25,5 milhões, ou mais de 90% de todo o valor pago.
No mesmo período o Pará recebeu apenas R$ 287 mil da pasta, representando o segundo menor repasse, perdendo apenas para o Piauí, que recebeu pouco mais de R$ 200 mil.

Nenhum comentário: