17 de mai de 2012

Cametá


É uma vergonha essa história do Cametá com o Remo.
Dizem que para manter o time na quarta divisão, o Cametá teria de ter 140 mil reais ao mês.
E não tem.
Ok.
Mas será que uma campanha junto a moradores e empresários da cidade não ajudaria ? Será que empresas e Governo não se interessariam em ajudar ?
Nem foi tentado.
Pararam no primeiro dificuldade, depois de terem conseguido uma brilhante atuação.
Uma vergonha.
Lamentável.

6 comentários:

Amigos de Cametá disse...

Realmente, uma VERGONHA!!!
Como fica a reputação desta diretoria diante de toda uma comunidade local, estadual e até nacional???
Com certeza, muitas empresas estariam interessadas em ver sua logomarca nas camisas dos Atletas que foram Campeões do Pará. Inexperiência administrativa???
Isto é um GRANDE DESRESPEITO para com a Torcida e para com os Jogadores que sempre foram motivados a chegar no topo paraense para alçar vôos maiores! E agora Cametá??? Vão manter esta diretoria ainda??? Qual é a verdadeira explicação para este ato incoerente???

Amigos de Cametá disse...

Realmente, uma VERGONHA!!!
Como fica a reputação desta diretoria diante de toda uma comunidade local, estadual e até nacional???
Com certeza, muitas empresas estariam interessadas em ver sua logomarca nas camisas dos Atletas que foram Campeões do Pará. Inexperiência administrativa???
Isto é um GRANDE DESRESPEITO para com a Torcida e para com os Jogadores que sempre foram motivados a chegar no topo paraense para alçar vôos maiores! E agora Cametá??? Vão manter esta diretoria ainda??? Qual é a verdadeira explicação para este ato incoerente???

Francisco Sidou (jornalista) disse...

Senhor Bacana,
Isso não é uma vergonha, mas também uma afronta aos brios da brava gente de Cametá. Cartolas despreparados que só pensam em se dar bem esquecem que sonhos e ideais não se vendem nem se alugam. A conquista memorável do Mapará foi manchada com a nódoa da tibieza que moveu essa "negociação" pra lá de suspeita. Você que é do ramo sabe que uma campanha de marketing bem planejada poderia mobilizar a opinião pública até de Belém, bem como empresas privadas com filiais em Cametá e conseguir os recursos necessários para participação honrosa e merecida do Cametá no Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão. Hilário foi a posição do prefeito de Cametá dizendo que não poderia ajudar o bravo time da terra dos Romualdos, por causa da Lei da responsabilidade (?) Fiscal. Não por acaso, Bacana, perdemos a Copa 2014 para Manaus. O despreparo dos cartolas é colossal. Aliás,não perdemos para Manaus. Perdemos para nós mesmos. Minha solidariedade ao bravo povo cametaense, que não merecia ser apunhalado pelas costas de modo tão vergonhoso.

Anônimo disse...

PORQUE QUE ESTA AJUDA NAO APARECEU NO CAMPEONATO PARAENSE,SALARIOS ATRASADOS, MINI GREVE DE JOGADORES, AGORA ESTAO APARECENDO OS PALADINOS DA JUSTICA, CANDIDATOS A CARGO ELETIVOS.

Anônimo disse...

Bacana,
Louvo tua procura por uma solução em incluir o Cametá no Campeonato da enésima Divisão. Mas, mais uma vez, demonstra total desconhecimento dos assuntos que procuras te meter. Nunca ouviste falar na pobreza do interior paraense? Não sabes que no interior paraense não há empresas capazes de suportar um time de futebol, por mais barato que seja?
O pior é que tens leitores idiotas que te seguirão como se fosses um arauto dos negócios. Os teus dão certo por causa do teu padrinho...
Deixa de bobagens, bacana! Deves ser daqueles torcedores do Paysandu que soltam fogos não nos gols do papão, mas nos dos adversários do Remo. Ou queres apenas aparecer, mesmo. Voto nas duas opções...

Anônimo disse...

É melhor o certo do que o duvidoso