11 de mai de 2012

Quase lá

A prisão de pessoas co-responsáveis pelo massacre de Eldorado dos Carajás não põe ponto final no evento que envergonhou o estado.
Os responsáveis maiores, aqueles que disseram " façam", continuam aí, livres, leves e soltos.
Que beleza!

2 comentários:

Anônimo disse...

Antes de mais nada, a palavra "estado", nesse caso, é escrita com a inicial maiúscula, Bacana!
Por que o rsponsável maior é o Almir Ratazana?
Que medo, heim cara?

. disse...

Mas quem disse "façam" foram exatamente os comandantes da PM. Eles executaram a ordem de retirar os sem-terra de lá dessa forma, com o massacre. Ordenaram que os soldados agissem com aquela truculência toda.
Ou estás entre os que acham que um homem político como o Almir Gabriel mancharia seu nome com sangue de "perrapado" ordenando que matassem os caras?
É claro que não!
Eu nunca vou acreditar nesse papo de "Tirem de qualquer jeito", sob a interpretação de o "qualquer jeito" ser a morte dos manifestantes.