22 de dez de 2011

Em 2011 o Brasil foi menos generoso


O ranking de generosidade elaborado pela entidade Charities Aid Foundation (CAF) colocou o Brasil em 85º lugar no ano de 2011, nove posições abaixo do ano passado. O índice classifica a generosidade dos cidadãos dos países através de uma pesquisa que faz três questões: se a pessoa, no último mês, doou dinheiro a uma instituição de caridade, se ela realizou trabalho voluntário ou se ajudou algum estranho ou alguém que ela não sabia se precisava de ajuda. A média simples do percentual das respostas positivas a essas três perguntas resulta no índice de cada país.
Assim, em 2011, o Brasil apresentou um índice de generosidade de 29%, com 48% dos entrevistados afirmando que ajudaram um estranho, 26% dizendo que doaram dinheiro a instituições de caridade e apenas 14% relatando participação em trabalho voluntário. A CAF calculou os índices com base em uma pesquisa realizada pelo instituto Gallup, que entrevistou mais de 150 mil pessoas em 153 países.

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu sempre imaginava isso. E ainda tem gente que fala que o Brasil e solidario. De uma maneira geral acho que nos brasileiros somos egoistas, individualistas e sempre queremos levar a melhor, nunca pensamos como coletividade.