21 de dez de 2011

Negociações podem evitar greve em aeroportos

O TST determinou que, caso a greve dos aeronautas e aeroviários venha a ocorrer, as categorias deverão manter pelo menos 80% dos trabalhadores em atividade nas vésperas de Natal e do revéillon, e 60% após as festas de final de ano. A decisão atende a um pedido do Sindicato das Empresas Aeroviárias. Em caso de descumprimento da decisão os Sindicatos estarão sujeitos a multa diária de R$ 100 mil.
Inicialmente, os aeronautas e aeroviários pediam um reajuste salarial de 10%, mas com as negociações, a porcentagem foi diminuída para 7%, desde que o vale refeição e a cesta básica sejam reajustados em 10%. O que emperrou as tratativas foi que depois as empresas aéreas aceitaram somente um reajuste de 6,17% - relativo à variação do INPC - uma diferença de 0,83%. Como ainda foi chegado a um acordo, a ameaça de greve continua.
Está prevista para amanhã a realização de assembléias dos sindicatos de aeroviários para avaliar o andamento das negociações com as empresas aéreas. Vamos ver no que vai dar.

Nenhum comentário: