26 de mar de 2012

Wagner Moura vai filmar Serra Pelada


Exclusivo ( Do Blog do Zé Dudu): O ótimo ator Wagner Moura, sucesso com “Tropa de Elite”, e o músico Seu Jorge vão filmar, a partir de julho, o longa “Serra Pelada”, que será rodado no Pará, tendo como pano de fundo o surgimento do antigo garimpo de Serra Pelada, a 35 km de Curionópolis (PA). O garimpo foi desativado em 1992 pelo então presidente Fernando Collor de Melo, mas hoje vive uma nova realidade graças a uma parceria entre a Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp) e a empresa canadense Colossus. A partir de meados de 2013 começará a produção minerária na nova mina para alegria de quase 38 mil garimpeiros.

O filme contará, possivelmente, com a participação de um cantor-ator negro, além, claro, de um grande elenco. Dirigido pelo diretor pernambucano Heitor Dhalia e com produção do cineasta paulista Marcelo Torres, o filme será uma ficção, mas contará a história de um homem carioca que acaba indo parar em Serra Pelada, no início do garimpo, “bamburra”, fica rico, se envolve em brigas e vive uma ardente paixão amorosa. Na realidade, será contada a história daquele que foi considerado o maior garimpo a céu aberto do mundo. Dhalia, que já dirigiu os aclamados “Nina”, “À Deriva” e “O Cheiro do Ralo, está empolgado com o projeto do filme “Serra Pelada”. Em entrevista ao www.cinema.com.br ele afirmou: “Vai ser meu grande filme. Adoro esse projeto. É um grande épico brasileiro. Brasil na veia. Um filme de pegada, cheios de sabores. Estou super na pilha para começar”.


Três mil figurantes
De acordo com o diretor Marcelo Torres, que no final de semana visitou Marabá, Serra Pelada, Curionópolis e Parauapebas (PA) em busca de locais para locações, as filmagens vão durar quase três meses.

A partir de maio, 50 profissionais estarão na região de Serra Pelada trabalhando na produção do longa. Depois, a partir de julho, mais 50 técnicos e atores se juntarão ao grupo para a realização das filmagens. Além dos locais acima citados, deverá haver ainda filmagens em Imperatriz (MA). “Nossa ideia é retratar o antigo 30, hoje Curionópolis, tal qual era no início da década de 1980 com seus prostíbulos, bares, boates e constantes assassinatos”, revela o produtor Marcelo.

Uma boa notícia é que a produção do filme vai contar com a contratação de 30 pessoas da região, além de cerca de 3 mil figurantes. “É muito bom reviver essa história do garimpo de Serra Pelada. Não é a história de pessoas reais, mas a história do garimpo, tendo Wagner Moura como ator principal”, destacou. “Minha expectativa para a realização do filme é a melhor possível. Essa história do garimpo de Serra Pelada é fascinante”, disse Marcelo Torres ao visitar o garimpo de Serra Pelada no sábado.

Nenhum comentário: