8 de mai de 2012

Comitiva paraense fortalece as relações comerciais na Ásia

A comitiva paraense que está na Ásia desde o último domingo participou de encontros importantes nesta terça-feira, 8, em Kuala Lampur, capital da Malásia. O grupo, liderado pelo vice-governador Helenilson Pontes, foi recebido pelo ministro de Plantações, Indústrias e Commodities da Malásia, Tan Sri Bernard Giluk, e pela embaixadora do Brasil naquele país, Maria Auxiliadora Figueiredo. Segundo o vice-governador, os encontros fortalecem ainda mais as relações técnico-científicas e comerciais entre os governos, garantindo apoios importantes para efetivar um acordo de cooperação para o desenvolvimento da indústria da palma no Pará.

O encontro com o ministro, na opinião de Helenilson, abriu caminho para o Estado desenvolver um protocolo direto com o ministério das Plantações, para um acordo de cooperação ainda mais sólido com a Malásia. “Nós estivemos com o ministro e apresentamos todas as características do Pará no que diz respeito à agricultura e ao cultivo da palma, e os nossos planos para desenvolver ainda mais essas culturas. Ele ficou extremamente impressionado com o tamanho territorial do Estado e com o potencial que possuímos para aprofundarmos essa parceria”, disse o vice-governador.

Além de apoiar o Pará no desenvolvimento da plantação e da indústria da palma, que pode manufaturar uma série de produtos, entre eles o óleo, a Malásia quer criar com o Estado uma cooperação para o crescimento da indústria da Borracha em ambos os territórios. Os secretários de agricultura, Hildegardo Nunes, e de Indústria, Comércio e Mineração do Estado, David Leal, se reuniram com a agência malaia da Borracha para definir como se dará essa parceria.

Outro encontro importante nesta terça-feira em Kuala Lampur foi com a embaixadora do Brasil na Malásia, Maria Auxiliadora. Helenilson afirmou que a embaixadora colocou o órgão à disposição do governo paraense para facilitar as relações com as instituições daquele país. “Tivemos um retorno muito bom da embaixadora, que nos recebeu e foi muito gentil, colocando a embaixada brasileira na Malásia à nossa disposição. Segundo ela, a embaixada irá colaborar para que o Estado consiga alcançar seus objetivos e parcerias”.

Nesta segunda-feira (7), a comitiva do governo paraense visitou a agência governamental de desenvolvimento da indústria do óleo de palma e o conselho que fomenta a divulgação e a comercialização de produtos derivados da palma naquele país. O encontro, segundo o vice-governador, reabriu o relacionamento comercial e técnico com a Malásia, que é o maior difusor de tecnologia de plantação e de beneficiamento da palma no mundo todo. Por este motivo, o país é um importante parceiro para o Estado alcançar a meta de ser um dos maiores produtores de palma do mundo nos próximos 10 anos.

Segundo o vice-governador, a missão, que deverá visitar ainda a China, onde novos acordos de cooperação devem ser realizados, está sendo “extremamente produtiva”. “Nós temos similaridades muito fortes com os países asiáticos e isso é reconhecido por eles mesmos. Vamos trabalhar para que o resultado seja não apenas o de troca de experiências e de tecnologias, mas, principalmente, que atraia investimentos para o nosso Estado”, declarou Helenilson.

Fonte: Agência Pará

Um comentário:

Anônimo disse...

Papo furado, conversa para boi dormir. Os chineses de vez em quando estão entre nós, em pequenas mas fortes comitivas. Se duvidar, eles conhecem muito mais o nosso estado do que o Jatene. Esta turma foi mais para se divertir e ganhar gordas diárias.