5 de dez de 2011

E por fim ficou em 8%

A apresentação do relatório do PNE que foi adiada várias vezes nas últimas semanas porque não havia acordo sobre a meta de investimento finalmente saiu. O relator do Plano Nacional da Educação definiu em 8% do PIB a meta de investimento público na área que deverá ser cumprida no prazo de dez anos. Com isso, aumenta a previsão do investimento em educação em relação à proposta inicial apresentada pelo governo que previa a aplicação de 7% do PIB no setor. Atualmente o Brasil investe 5% do PIB em educação. Boa parte das 3 mil emendas apresentadas ao projeto de lei pediam a alteração do patamar para 10% do PIB.
A partir da conclusão do relatório, abre-se o prazo de cinco sessões para apresentação de novas emendas ao texto. Caso seja feito algum pedido de vista ao relatório, a aprovação do projeto pode ficar para 2012 já que o recesso parlamentar começa em 22 de dezembro.

Nenhum comentário: