2 de dez de 2011

Fim da pirataria aumentaria recolhimento


O secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto estima que com o fim da pirataria e da circulação de produtos contrabandeados, o Brasil poderia aumentar a arrecadação tributária em R$ 30 bilhões por ano e gerar dois milhões de empregos formais. A afirmação foi feita após a apresentação dos dados mais recentes de apreensões de mercadorias falsas, contrabandeadas e piratas.

Além das perdas de arrecadação e de postos de trabalho formais, Barreto destacou que a pirataria está associada a outros prejuízos, como a circulação de armas e drogas no país. Segundo Barreto, o Brasil deve fechar 2011 com um total de R$ 1,7 bilhão em produtos falsos e contrabandeados apreendidos. O valor é recorde e 30% maior do que o montante apreendido em 2010 , quando o montante chegou a R$ 1,27 bilhão em mercadorias.

Um comentário:

Anônimo disse...

Vamo criar um estado pirata para ver aumenta a arrecadação, enquanto não se derruba a lei kandir.