7 de dez de 2011

Jatene belisca Duda Mendonça


No direito de resposta, Jatene falou que tem lutado para buscar compensações à lei Kandir, mostrou os hospitais regionais - construídos em seu mandato anterior -como prova de que investe nas demais regiões, conclamou os paraenses à união e, sem citar nomes, fez críticas ao marqueteiro baiano Duda Mendonça, que comandou a campanha separatista.

“Não aceito que chamem o paraense de covarde. Covarde é quem precisa apanhar no rosto para reagir (refere-se a um dos programas do sim que mostrou paraenses levando bofetadas). Podemos ser pacíficos, covardes nunca. Não aceito que vendedores de ilusões, sem identidade com o Pará, imaginem que a sua influência lhes autoriza a tratar a nossa gente como galos numa rinha”, disse Jatene, numa clara referência ao baiano, que é adepto das brigas de galo e chegou a ser preso em uma rinha no Rio de Janeiro em 2004.

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse disse me disse é tarde demais, porque todo mundo sabe que os tucanos inventaram a LEI KANDIR que saqueia o Estado. Então, tá na hora de para de fazer de se fazer demal entendido, não é tucanalha????

Anônimo disse...

Oh tucanada dissimulada! Inventaram a Lei kandir, e agora vivem reclamando da vida.,