5 de dez de 2011

Os debates

No debate da Record no sábado Eliel Faustino é que foi preparado para ser o debatedor no lugar de Celso Sabino - na verdade um acordo de cavalheiros já que havia duas frentes contra o Carajás e acertou-se que Sabino seria o presidente mas Eliel seria um dos debatedores.
Ocorre que Duda Mendonça vetou a participação de Eliel, porque "havia estudado o comportamento dos debatedores do NÃO e não conhecia esse outro".
Assim Celso foi escalado na última hora para o debate.
Já nos corredores palacianos o que se diz é que João Salame se queimou com o governador por conta da forma com que disse e defendeu suas posições. E que ele poderia ter colocado as coisas de uma maneira menos agressiva.
Zenaldo pode acabar saindo como um defensor do Pará, o que é bom para ele.
Lira Maia também é visto muito bem, sempre se saiu bem, soube ser ponderado e apresentou seus argumentos sem o ataque pessoal a qualquer figura.
E Celso Sabino, apesar de não ter se saído tão bem assim no debate - muito por conta da inexperiência nesse tipo de situação - saiu maior do que entrou, só teve a ganhar.

Nenhum comentário: