6 de dez de 2011

Prêmio Diário de Publicidade


Hoje é a grande final do Prêmio Diário de Publicidade  no Hangar. Em jogo está a oportunidade de participar do Festival de Cannes, prêmio máximo da publicidade mundial. Os primeiros colocados, em cada categoria, ganharão passagens para Cannes, na França, e terão suas peças inscritas para o festival.
“O Prêmio já causa um burburinho entre as agências. É claro que as peças são pensadas para as vendas, mas dá para perceber que há uma certa expectativa”, afirma o empresário Ronaldo Mendes, da revendedora de veículos Importadora, que participa pelo segundo ano consecutivo como jurado.
Ele faz parte da comissão de profissionais de marketing e comunicação que vêm avaliando todos os meses, desde março, os finalistas de cada etapa do prêmio. Ao todo, 54 peças disputarão a final.
VALORIZAÇÃO
Em sua segunda edição, o Prêmio Diário de Publicidade foi criado com o objetivo de valorizar e consagrar os profissionais da publicidade paraense, premiando as agências responsáveis pelos anúncios mais criativos publicados no jornal durante o ano. Para participar, cada anunciante e agência teve que publicar uma propaganda de um quarto de página no jornal Diário do Pará.
“O prêmio foi pensado como um estímulo ao setor. E nada melhor do que a concorrência para melhorar o mercado. As agências se sentem mais estimuladas pelo prêmio, as empresas ganham pela qualidade das peças publicitárias e o público pelo material que lê no jornal”, garante o diretor presidente do Diário do Pará, Jader Barbalho Filho.
Para o diretor geral do Grupo RBA, Camilo Centeno, o Prêmio Diário de Publicidade vem reafirmar a política de marketing de valorização do Estado que a empresa vem assumindo nos últimos anos.
“O Prêmio Diário de Publicidade, ao lado de outras iniciativas como o Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia, o Festival RBA de Música, a campanha Orgulho do Pará, vem reafirmar nosso compromisso de valorização da cultura, da economia do Pará. É somente reconhecendo quem faz, dando projeção que conseguimos avançar. A nossa estratégia é estimular cada vez mais iniciativas como esta”, afirma.

Nenhum comentário: