18 de dez de 2011

Tenha dó deputado

O Supremo sequestrou o mandato de Marinor.
Essa frase é do deputado Edmilson Rodrigues.
No fundo nem acredito que seja dele.
Mas é.
Sequestrou que mandato?
Marinor foi uma das duas pessoas eleitas para o Senado nas ultimas eleições?
Não foi.
Flexa Ribeiro foi o primeiro colocado e Jader Barbalho o segundo.
O terceiro foi Paulo Rocha.
Marinor ficou em quarto.
Isso é líquido e certo. Essa é a regra do jogo eleitoral, os mais votados no caso de votação para o Senado, são os eleitos.
Se por alguma razão Jader não pudesse ser diplomado, nem assim Marinor teria um mandato.
Não tem e nunca teve um mandato de Senadora.
Estava Senadora.
Se não fosse Jader, obrigatoriamente teria de ser Paulo Rocha.
Edmilson, claro que gostaria de ter Marinor sempre lá, são amigos, correligionarios.
É natural que ele queira, estranho seria o contrário.
E ele tem todo o direito de achar que ela é melhor que ele.
Mas dai dizer que o Supremo sequestrou o mandato dela, mandato pela qual ela não teve votos suficientes para se eleger é de uma palhaçada sem tamanho.
Se Jader é acusado disso ou daquilo, se fez ou deixou de fazer, que a justiça tome suas providências nos casos específicos dessas acusações.
Agora, tirar o mandato de Jader, eleito pelo povo, só tirar o dele por conta da da lei da Ficha Limpa e não de todos os outros eleitos na mesma situação jurídica e que até já tomaram posse, é querer condená-lo sem cabimento algum.
Essa parada, se não fosse dada a Jader, seria o maior erro jurídico.
E essa é a verdade.
Goste- se ou não dele, o voto no pais serve para eleger aqueles candidatos que mais conseguem esses votos.
E Marinor esta longe de ter votos para ser Senadora, como as ultimas eleições mostraram.
O papel dela em recorrer ao Supremo, de se sentir injustiçada, é de um absurdo sem tamanho.
Jamais Marinor poderia continuar ocupando a cadeira no Senado, pelo simples fato de não ter tido votos suficientes para ser eleita.
E ponto final.
O resto é abuso de uma situação da qual ela foi privilegiada por um ano.
Edmilson poderia reclamar, dizer que ela é um belo quadro, que é competente, que do ponto de vista dele o estado perde uma grande representante.
Mas dizer que o Supremo sequestrou o mandato de Marinor?
Tenha dó deputado.

Um comentário:

Anônimo disse...

Bacana isso é coisa de Puxa Saco !